O Efeito Vencedor: como o sucesso muda nossos cérebros

Nosso infográfico explica cada estágio de uma jornada competitiva e revela como a vitória nos torna mais propensos a ter sucesso no futuro.

Parece que o velho ditado é verdadeiro: sucesso realmente gera sucesso.

Segundo o neurocientista e psicólogo cognitivo Ian Robertson, o poder e o sucesso em ambientes competitivos têm um efeito positivo sobre o cérebro, também conhecido como "Efeito Vencedor".

Mas como nossos cérebros processam o vencer? E o que nos faz repetir a vitória?

Seja ganhando em um cassino online ou derrotando sua família num jogo de Monopólio, todos os vencedores atribuem sentimentos e emoções positivos ao sucesso.

Robertson, que também é professor no Trinity College, acredita que nossos cérebros são programados para buscar experiências mais positivas por causa desses sucessos passados.

Como explicado em seu livro de 2012, o Efeito Vencedor se baseia em quatro processos principais: o córtex cingulado anterior avalia o risco versus a recompensa de uma situação, os níveis de testosterona sobem, a rede de recompensa do cérebro liga comportamentos e emoções e o retorno do ciclo da dopamina ajuda a replicar essas ações.

Indivíduos que experimentam o Efeito Vencedor se tornam mais focados, confiantes e agressivos em situações competitivas, já que eles tomam gosto por vencer e superar uma competição.

Como resultado, aqueles que vencem são mais propensos a ganhar no futuro e estão mais ansiosos para tentar fazê-lo novamente.

A fascinante teoria de Robertson nos inspirou a criar este infográfico, mostrando cada passo da jornada competitiva de um indivíduo, e o efeito que o sucesso pode ter em nosso cérebro.
 

Cada jornada vencedora segue o mesmo caminho

Robertson e seus colegas acreditam que nossos cérebros e corpos passam por seis etapas ao longo de qualquer tipo de jornada vencedora.

Tudo começa a partir de uma absorção de dados, o que influencia nossa tomada de decisão e o desempenho final. Em seguida, antecipamos o resultado final de nosso desempenho, reagimos ao resultado final e provocamos mudanças emocionais ou comportamentais com base no resultado final.

Seja jogando xadrez, convidando alguém para sair ou apostando num grande prêmio em um cassino online, sempre analisamos uma situação antes de colocar a teoria em prática e aproveitamos a sensação de recompensa.

Atribuímos sentimentos positivos a competições, jogos e experiências que correram bem, por isso não é de se surpreender que você possa desenvolver uma afeição por um videogame, um esporte ou um caça-níquel online que você já tenha ganhado antes, com um desejo mais forte de jogá-lo novamente.
 

Finalmente, o que a vitória faz por nós?

Não há dúvida de que vencer tem o poder de levar a mais sucesso. Nossos cérebros são programados para buscar experiências positivas.

Quando ganhamos, isso desencadeia nosso desejo inato de mais recompensas emocionais e físicas, como dinheiro, medalhas e prestígio.

Ganhar faz muito por nossos cérebros, nossos corpos e nossas vidas em geral.

Quanto mais ganhamos, mais nossos cérebros trilham novos caminhos neurais em uma tentativa de recuperar as emoções positivas que estimulam nossos neurônios, com o resultado de que ser bem sucedido é bom tanto para a alma quanto para o cérebro.

media

Poker is restricted in your country

Please visit one of our other sites to play

sports

Check the Best Live Odds

Bet

live casino

Play with real people

Play